“Cidade Cultura” para alguns, “Cidade Universitária” para outros. Os adjetivos para caracterizar Santa Maria são diversos e muitos têm origem em sua história. No meio militar, o município é conhecido como a “Capital dos Blindados”, por abrigar regimentos importantes em nível nacional, como a 6ª Brigada de Infantaria Blindada e o Centro de Instrução de Blindados, ambos subordinados à 3ª Divisão de Exército. Além disso, o município possui o segundo maior contingente militar brasileiro, com instituições vinculadas tanto ao Exército quanto à Aeronáutica.

O ambiente formado na cidade é propício para que a relação entre as Forças Armadas e UFSM se desenvolva — tanto para o avanço tecnológico, como também para a colaboração em estratégias que impulsionam a economia local. Foi a partir dessa constatação que agentes da cidade se movimentaram, desde 2013, para se articular em torno do setor. A Agência de Desenvolvimento de Santa Maria (Adesm) buscou as demandas militares para instituir na região o Polo de Defesa e Segurança. A partir dessa iniciativa, foram necessários dois anos até o reconhecimento, pelo governo do estado do Rio Grande do Sul, do polo como um Arranjo Produtivo Local (APL).

Continue lendo aqui a íntegra da matéria publicada na Revista Arco da UFSM – 8ª edição 

Nota: reportagem especial publicada na 8ª edição da Revista Arco, da UFSM, aborda o papel da ADESM na consolidação de Santa Maria como um Arranjo Produtivo Local de Defesa e Segurança.

 

Comments are closed.