Na manhã desta sexta-feira, o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Mário Neto Borges, esteve visitando o Santa Maria Tecnoparque. A atividade estava programada junto a outras agendas no Município, que inclui ainda uma palestra na Universidade Federal de Santa Maria nesta tarde.

Acompanhado pela presidente do Tecnoparque, Nilza Zampieri, pela vice-diretora do Centro de Tecnologia da UFSM, Tatiana Cervo, pelo Diretor Financeiro do Santa Maria Tecnoparque, Tiago Sanchotene e pelo Assessor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, Marco Jacobsen, o chefe do CNPq acompanhou uma apresentação sobre a Agência de Desenvolvimento de Santa Maria realizada pelo Superintendente Executivo da ADESM, Diogo De Gregori, que falou sobre as potencialidades dimg_0773o município, especialmente sua vocação militar consolidada como um Polo de Defesa e Segurança.

Durante a reunião, os participantes conversaram sobre o andamento de projetos e parcerias da UFSM junto às Forças Armadas, os produtos e serviços desenvolvidos no Parque Tecnológico e os vetores de competitividade, identificados pela ADESM por meio do Movimento A Santa Maria que Queremos, e que direcionam as ações em busca de uma Santa Maria próspera.

Para Mário Neto, além das propostas voltadas à segurança, educação, cultura, agronegócio e outros, contemplados no Plano Estratégico de Desenvolvimento, é preciso fomentar a ciência, a inovação e a tecnologia também como ferramentas fundamentais na construção de um município sustentável.

A sugestão foi enaltecida pelos participantes da reunião que reforçaram a importância da ciência, da inovação e da tecnologia, especialmente em um planejamento de longo prazo com os olhos no desenvolvimento do município, não apenas no crescimento econômico como indicador.

Segundo Nilza Zampieri, o Tecnoparque é um ambiente de convergência e, junto à ADESM desenvolve um trabalho de união das forças na construção de uma Santa Maria melhor para todos:

plano-estrategico-entregue-ao-presidente-do-cnpq– Estamos unindo esforços para viabilizar o desenvolvimento das empresas e startups, aproveitando o Polo de Conhecimento gerado nas universidades, transformando projetos em ações para converter isso tudo em PIB e desenvolvimento para o município.

Ainda durante a reunião, o presidente do CNPq falou sobre alguns projetos de captação de recursos para o desenvolvimento de pesquisas, especialmente nas áreas de defesa e segurança, e parabenizou os presentes pelo trabalho realizado na identificação dos potenciais polos e concentração de esforços na consolidação dos setores fortes de Santa Maria.

Texto e fotos: Marielle Flôres (Jornalista MTb 13.943 – Assessora de Comunicação/ADESM)

 

Comments are closed.